Sailor Moon censurada no Chile

Temas: Sailor Moon Crystal por @Star_UranusComentar

Está instalada a polémica em torno da transmissão de Sailor Moon no Chile, com o ETC TV, canal de televisão que emite a série, a ser acusado de censura.

 

Em comunicado, a Organização Não Governamental chilena Movith, Movimento de Integração e Libertação Homossexual, mostra a sua "máxima preocupação" ao tomar conhecimento de uma alegada censura em três episódios da terceira temporada de Sailor Moon.

 

Segundo o ANMTV, o ETC TV terá cortado cenas dos episódios 94, 95 e 96 da série "porque aparecem expressões de afecto lésbico entre as personagens Haruka e Michiru".

 

Em resposta a um pedido de esclarecimentos enviado pelo Movith ao ETC TV e ao operador de cabo VTR, a estação de televisão disse que "vai analisar a denúncia", rejeitando "toda a forma de discriminação dentro do canal".

 

Já o operador VTR optou por responder em nota de imprensa, onde se demarca da polémica, uma vez que "a empresa distribui conteúdos de diversos canais de televisão, sem interferência nesses conteúdos", afirmando que "os programas são da exclusiva responsabilidade de cada canal".

 

O Movith considera, em comunicado, que "as censuras com base na orientação sexual ou identidade de género são arbitrárias e discrimatórias" e que "as crianças e jovens têm o direito de conhecer as diversas formas de amar e sentir desde a mais tenra infância".

 

Recorda-te que esta não é a primeira vez que Sailor Moon é alvo de censura por apresentar cenas de cariz homossexual. Em Portugal, alguns diálogos entre Haruka e Michiru foram suavisados. A dobragem norte-americana será que mais evidencía censura nas cenas das duas personagens que, de namoradas, passaram a primas.

Deixar uma resposta