Oficial: Biggs cancela emissão de “Crystal 3”

Temas: em Portugal, Sailor Moon Crystal por @Star_Uranus2 Comments

A exibição de Sailor Moon Crystal no Biggs foi interrompida e o canal “não tem previsão de emissão dos próximos episódios”.

crystalcanceladobiggs

A informação foi esta manhã avançada ao SMpt por fonte da Dreamia, empresa proprietária do canal infanto-juvenil.

Questionada sobre o motivo por trás da decisão e se esta teria a ver com as reclamações devido a cortes de cenas, a mesma fonte afirmou que “a programação do canal responde a critérios editoriais, que nada têm que ver com censura”.

“Na eventualidade de voltar à grelha de programação, será devidamente comunicado no nosso site e redes sociais”, referiu o porta-voz da Dreamia.

Recorda-te que o canal tem estado envolto em polémica, depois de várias cenas terem sido cortadas. Após várias críticas por parte dos fãs, o horário de Crystal foi mudado para as noites de fim-de-semana, no entanto, a alteração acabou por não se concretizar, tendo o Biggs decidido que a série não voltaria à antena.

Comments

  1. Pedro Cardoso

    partilho aqui o comentário de um amigo e amante de anime:

    Estávamos em Maio/Junhode 1995, a SIC iniciou a transmissão de Sailor Moon durante as tardes da semana. Até ao episódio 200 (o final) passaram na tv, sem aparente problema, um casal de vilões gays que só tinham um pingo de humanidade um pelo outro, duas sailors lésbicas sempre muito próximas, um vilão crossdresser, e 3 sailors que mudavam de sexo quando se transformavam. Nunca se levantaram ondas de indignação, tudo passou sempre com muita naturalidade.
    Estamos em Dezembro de 2016, as questões LGBT deixaram de ser motivo para imagens pixelizadas e vozes distorcidas na TV e passaram a ser assunto banalizado na comunicação social, com representações em telenovelas e tudo mais… o BIGGS considerou que devia censurar um beijo entre duas raparigas. Depois que deveria censurar um encostar de testas…e finalmente toda uma conversa sobre o género de uma personagem.

  2. Pedro Cardoso

    O BIGGS cansou-se dos fãs a reclamarem de uma censura retrógrada e decidiu censurar de vez a série, cancelando-a.
    Não me parece que a série original tenha “corrompidos as crianças da minha geração com o vírus da homossexualidade”, quanto muito deixou-as mais mais sensibilizadas de que existem múltiplas realidades no amor e que podem ser diferentes das que nós sentimos. Também não me parece que este remake fizesse algo de diferente.
    Mas os “critérios editoriais” bastante duvidosos do canal não dizem o mesmo.
    Resta esperar que as autoridades competentes façam algo para punir o canal por esta atitude discriminatória e que a série venha a passar em algum lado integralmente, respeitando os valores de diversidade que nos acostumou.